terça-feira, 6 de março de 2012

Justiça condena segurança acusado de matar cliente em loja


 


O 1º Tribunal do Júri de São Paulo condenou ontem (5) Genilson Silva Sousa a dezoito anos de reclusão, em regime inicialmente fechado, por homicídio qualificado. O crime aconteceu no dia 10 de novembro de 2008, no interior de uma loja das Casas Bahia, no bairro de Campo Limpo, Zona Sul da Capital.

        Consta do processo que, após uma discussão, o acusado, então segurança de uma empresa terceirizada que prestava serviços para a loja, atirou contra a cabeça da vítima Alberto Milfont Jr., que havia ido ao local com a namorada e um amigo para comprar um colchão.
        A juíza Leila Hassem da Ponte concedeu ao réu o direito de recorrer  em liberdade, “posto não estarem presentes os requisitos da prisão preventiva”.
        Processo nº 052.08.005450-3
        Fonte:Comunicação Social TJSP – AS (texto) / AC (foto ilustrativa)

        
imprensatj@tjsp.jus.br

0 comentários:

Postar um comentário

Faça seu comentário sobre esta publicação.

You Tube

Loading...