sábado, 21 de abril de 2012

TJPR- 25 corregedores-gerais participam do 59º ENCOGE


O desembargador Noeval de Quadros, presidente do Colégio de Corregedores-Gerais da Justiça dos Tribunais dos Estados e do Distrito Federal, é o anfitrião do 59º ENCOGE, que ocorre desde ontem e segue até amanhã (sábado) em Foz do Iguaçu.


Estão participando do encontro 24 corregedores-gerais e o corregedor-geral do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, desembargador federal Tadaaqui Hirose. Também participa a corregedora nacional de Justiça, ministra Eliana Calmon, além de juízes, assessores jurídicos e de gabinete.

O 1º ENCOGE (Encontro de Corregedores-Gerais das Justiças Estaduais) ocorreu no Rio de Janeiro em dezembro de 1994. No encontro foi instituído o Colégio de Corregedores-Gerais das Justiças Estaduais, por meio do Projeto de Resolução nº 001/94. O desembargador Noeval é o presidente para a gestão 2012/2013.

Além do presidente, o desembargador Noeval de Quadros, o Colégio dos Corregedores-Gerais tem a seguinte composição: 1º vice-presidente, desembargador Márcio Vidal, corregedor-geral do TJMT; 2º vice-presidente, desembargador James Magalhães de Medeiros, corregedor-geral do TJAL; 1º secretário, desembargador Antonio Pessoa Cardoso, corregedor das comarcas do interior, do TJBA; 2ª secretária, desembargadora Ângela Maria Ribeiro Prudente, corregedora-geral do TJTO e a coordenadora de Assuntos de Segurança Institucional, desembargadora Audebert Delage, vice-corregedora do TJMG.

DESEMBARGADOR NOEVAL

O corregedor-geral, desembargador Noeval de Quadros é natural de Castro (PR). É bacharel em Direito pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). Tomou posse como juiz em 1980 e exerceu a função de juiz substituto em Ponta Grossa. Foi juiz das comarcas de Teixeira Soares, Palmeira, Wenceslau Braz, Castro, Maringá e Curitiba. Foi promovido ao cargo de desembargador do Tribunal de Justiça do Paraná em 3 de fevereiro de 2005. No dia 7 de julho de 2010 assumiu o posto de corregedor da Justiça, e de corregedor-geral em novembro de 2010, para o biênio 2011/2012.

Fonte: TJPR

0 comentários:

Postar um comentário

Faça seu comentário sobre esta publicação.

You Tube

Loading...